terça-feira, 22 de junho de 2010

-Fez seu crochê? quer engoma-lo com receita da vovó?

Olha aí meu barrado de crochê genteee!!! 
E eu tenho a mania de engomar como minha mãe fazia e faz ainda- 
nem sei se tem alguém interessado nisto ainda! Se vão achar demo dê! Coisa mais careta -  E N G O M A R ! Que mulher é esta?
Heeeloo!! Lúcia Helena - século 21 !
Mas valeu à pena ! Eu acho lindinho na minha cozinha! 
Olha aí minhas latas, minhas canecas(algumas só) , e o escorredor  rosa cute que a Maria(janelas azuis) me deu! Adorei o efeito!

 


E antes que digam a constatação mais óbvia - ela é totalmente doida! tá sou! 
Mas tem algo neste engomar que me leva aos sábados à casa da mãe da gente - era o dia da faxina - e todos entravam na "brincadeira"-sim porque são três filhos e então as tarefas eram escritas em papeizinhos ( tipo amigo secreto da onça) e era limpar chão, passar lustra-móveis, cera em pasta e depois a enceradeira! >ah a cera - tem cheiro melhor que cera na casa - cheiro de casa limpa, cheiro de casa da mãe! E depois de tudo arrumadinho vinham os guardanapos de croché , lindos, engomadinhos ! ah e depois vinham os bibelôs(ah vocês lembram disto?) o vaso com flores, colhidas no jardim-esta parte eu adorava - e de tarde, todo sábado(sagrado) tinha pão feito em casa, cuca.... então era cheiro de cera , limpeza, de pão saído na hora , cheiro de casa dos pais...é, a gente era feliz e não sabia! 

Então para quem quer engomar, ou já engoma e quer aprender o método caseiro da vovó, porque tem produtos prontos para engomar  (o olho da cara) ! 





Anotem- é muito difícil!!
água para ferver - não me perguntem a quantidade, depende de quantas coisas for engomar! 
Tá,tá (apesar de funcionar com olhometro) vou escrever a receita certinha aqui, se não der certo a culpa é da água, da maizena (ohh fazendo propaganda gratuita de novo) 
-um litro de água para uma colher de maizena - dissolver uma colher de maizena em um copo d'água fria e misturar na água já fervente!


Mexer até dar o ponto e desligar o fogo(harãm) !
Fica parecendo aquela cola caseira! a cola caseira era com farinha de trigo - me contaram, ouvi assim por cima...

Mergulha o crochê nesta goma e retire o excesso e deixe secar , depois é só passar > quando tiver com tempo , paciência (saco)  e a roupa estiver todinha lá para passar e não tiver mais jeito!
Foi assim que meu trilho demorou , mas chegou!

36 comentários:

Bricolar e Poupar disse...

juro que esta eu não sabia...
sempre a aprender ;)

Telma Maciel disse...

hehehe Eu lembro tbm de algo desse tipo aí... engomar...
Outro dia, meio sem opção, eu precisava engomar um chapeuzinho de um bonequinho que eu fiz pra trabalho de faculdade. Não tinha maizena e fiz com Cola branca msm... Funcionou, pelo menos! huehueheu

PS: eu tbm acho q éramos felizes e não sabíamos... saudades dos tempos de casa de vó e de qndo eu era criança (até uns 15 anos! kkk)

simplesmente....fascinante disse...

Tudo vale a pena, se todo esse trabalho remete voce a tempos de cheiros e gostos,por que não? Adorei sua descrição de como sua casa ficava cheirando a limpeza e a pão feito em casa...Me deu até vontade de engomar alguns crochês...
Abração
marilene

Luciana Casado disse...

Nossa, Lú! Eu nem sabia que se engomava assim ehehehe legal saber!! O teu crochê ficou lindo, super romântico!
Bjus, Lu

Nilda Biagio disse...

Olá Lúcia
Eu engomo...e assim mesmo!!!
Essa casa que vc descreveu é a minha casa...e aqui é a casa da mãe e da vó...filhos todos casados mas domingo é o dia que todos se reunem aqui( filhos, noras, genro,netas) e eu adoro isso!!
Sua cozinha é linda e aconchegante!!
Bj
Nilda

manuel marques disse...

Muito interessante.

Beijo.

Bordados e Retalhos disse...

Engomado e com as latinhas ficou uma graça. parece cozinha da casa da mãe mesmo. Bjs amiga

Cecilia Helena disse...

Olá Lúcia, sou sua seguidora e resolvi deixar um comentário, pois tudo que vc escreveu eu já vivi... tenho 44 anos, não me acho assim tãooooooooo velha, mas já encerei a casa quando menina, éramos 4 filhos e só eu menina então sobrava tudo para eu fazer, minha mãe é bem machista, não aceitava os meninos fazendo serviço de casa. O chão era de um lajotão vermelho nos quartos e sala, na cozinha era cimento vermelhão (como dizem aqui na minha cidade)tinha que encerar agachada, coitado dos joelhos ficavam todos vermelhos de dor e cera e depois ainda passava "escovão"(esse vc conheceu???)Meu Deus aquilo era pesado pra dedéu...quando minha mãe comprou uma enceradeira foi a maior festa!!! Sempre tentei engomar, mas nunca acerto, uma vez uma toalhinha de crochê ficou parecendo um biscoito gigante de tão dura kkkkkkkkkkk mas agora vou tentar a sua receita! Crochê sem engomar não tem graça, fica mole demais e as vezes não aparece as tramas ou os desenhos direito! Beijos

coruja disse...

oiii Lúcia,
hehehe, então sou doida, pq tb adoro engomar meus barradinhos de croche. Bjkssss

Lourdes Fiedler disse...

Oi Lúcia,

Eu ainda faço tudo isso, engomar os crohês faz com que fiquem limpinhos por muito mais tempo.
Não abro mão dos meus paninhos de crochê.

E a cêra? no piso não precisa, mas passo nos meus móveis antigos.
Nos outros móveis uso óleo de Peroba.
Ô cheiro bom gente!

O cheiro de comida que lembro da casa da mamãe, é de feijão preto cozinhando com vários tipos de carne (não de feijoada).

E os ovos fritos que ela fazia sem medo de ser feliz era espirro de banha,(já ouviu falar?)no fogão todo.Sem contar nos torresmos com toucinho.

Os meus filhos já tem essas boas lembranças de mim.
Quero que os meus netinhos também tenham, se Deus quiser.

Parabéns pelo seu crochê, ficou lindo de viver.

Obrigada amiga, por esse momento de lembranças.
Valeu!
Beijos

Maria disse...

Aqui em casa ainda engomo muita coisa, e o crochê só fica bonito se for engomado numa goma leve. Acho que todas nós que estaamos na casa dos 40 vivemos estes momentos nos nosso lares, trabalhavamos tanto em casa e éramos tão felizes com nossa família, não havia revoltas nem discussão, mãe dizia para fazer, estava dito, foi assim que cresci e tento passar um pouco disso tudo para minha filha porque senão na sua fase adulta ela não terá lebranças da convivência doméstica que hoje todas nós temos e que nos faz tão bem reviver.
Agora, eu ri tanto que cheguei a chorar do biscoitao da Cecilia Helena.
beijos, amiga, você é demais.

Kika Perez, disse...

Como quem não quer nada e sem saber como, cheguei aqui e fiquei bastante tempo, gostei da simplicidade, gostei da cara e do jeito, já foi para os favoritos. Lindo blog, lindos filhos, parabéns.

sandraveia disse...

oi Lúcia eu tambem engomo assim,a minha irmã,será que nós somos tão antigas assim?Acho que não,tudo que é feito em casa e com carinho é mais gostoso.sua cozinha ficou linda com este barradinho.
Bjs amiga,sandraveia

Anônimo disse...

EEE muito bacana ,qer dizer e isso e um comidinha artistica ,heheh muito bonito , ha tm novidades no mare verde .www.mareverdeartes.blogspot.com

inspirações da Jô disse...

Lú,
Esse barrado de crochê ficou magnífico!!!!! Juntamente com os adornos da sua doce cozinha, perfeito!!!!!
E assim como vc, também adoro crochezinhos engomados!!!!!!!
Beijinhos!!!!!

Rosana Remor disse...

Lúcia,você heim??Sempre me recordando a infância...na minha mãe não tinha enceradeira, o brilho pós cêra era dado com o escovão,uma coisa pesada que,muitas vezes,subíamos em cima e puxávamos...era aquela folia!!Eu também gosto de engomar ,esta receita será bem utilizada!!Beijos!!

Fatima disse...

Oh boba!
Engomar roupa aqui em Minas é a coisa mais normal do mundo.
Bjs.

Cantinhodoarco-iris disse...

Oi amiga, tudo bem? Que bom que você esta de volta pra nos mostrar seus trabalhos encantadores, saiba que você faz muita falta nesse meio blogueiro. Os biquinhos engomados ficarão muito bons, eu ja tentei engomar roupa, seria a mesma receita..........Obrigada Lucia pela visita no meu Blog....Tenha uma ótima semana.....
Beijos
Silvia Mingardi

CICI DIETRE AMOR EM ORIGAMIS disse...

Ola minha linda, tem selinho pra vc no meu blog, bjcs!!!

Dona Amélia disse...

Euzinha nunca senti necessidade nenhuma de engomar nada, mas mamys sempre teve a mania de engomar os colarinhos das camisas de todos em casa e também os seus chochês. rs
Mas é legal saber como fazer, vai q um dia a gente resolva mudar de idéia e sair engomadinha, né não?? ;oD

Xerinhos, frô.
Paty

Tays Rocha disse...

Lúcia, taí uma coisa que não sei fazer... herdei os bordados da minha avó, muitos sem usar, tudo engomadinho. Só que tem um detalhe, eu não gosto de sentir a peça dura, engessada, gosto dela mais molinha e maia, maleável, por isso não engomo nada aqui... heheheh. Valeu o post pela boa lembrança que me trouxe da minha avó engomando toalhas e trilhos em uma bacia de alumínio enorme no fogão. Beijocas.

Cintia Branco disse...

Lúcia,

Você tem toda a razão, na minha casa era a mesma coisa, com a diferença que eram só eu e minha mãe, não haviam flores pois morávamos em apartamento e nem pão ou bolo. Mas no resto era tudo igual. Lembro daquela cera vermelha que tinha um cheiro horrível quando se passava, mas depois ficava aquele cheirinho de casa limpa. Ao meu irmão cabia lustra com sapatos de lã o assoalho. Quantos tombos não caí, por causa daqueles sapatos.

Minha mãe sempre engomou os guardanapos e o colarinho e punhos das camisas do meu pai, depois que aprendi, passou a ser tarefa minha, até depois que casei, quando ia a Porto Alegre, passava as camisas dele. Só as calças sociais que nunca aprendi a passar, até hoje não consigo deixar apenas um friso. Que bom que meu marido não usa calça social, senão estaria na roça.

Beijos

Manuela disse...

juro que nao sabia engomar!
obrigada por nos ensinar!
tem coisas que é igual a fazer arroz e feijao: a gente so aprende se a mae da gente tiver saco pra ensinar, fora de casa é duro de aprender....
bom, eu aprendi a fazer arroz com o Clodovil na TV(sim aquele que foi deputado federal e morreu), feijão com meu irmão (com minha irmã botando uma lat d eleite condensado dentro pra aproveitar a fervura pra fazer doce de leite - haha) e a engomar com vc!
Bjs

So artes disse...

Otima dica Lucia....aqui tem um spray para engomar...bem mais pratico, mas quase nao uso tb...rs
Querida tenha uma linda semana,
beijinhos
So

Cinária Mendes disse...

Oi Lucia,eu tambem engomo meus croches e alguns tecidos.Faço como voce,uso maizena ou uso POX que é mais facil.Memoria de infancia: Minhas camisas brancas de uniforme escolar eram engomadas,as vezes a Eva engomava tanto que ficavam duras iguais papelão.Eu ia para escola com a camisa dura,saia preguiada e o cabelo com rabo de cavalo ou coque com laquê e laço de fita.Sou bem intima do engomar...rsrsrs...A gente era feliz e não sabia...
Beijos

Sonia disse...

menina... cheiro de cera é bom demais........ eu tenho uma lata aqui em casa porque os armários da cozinha são de madeira reciclada e preciso encerar...... que pena que a cera está em extinção.... ela lembra mesmo a nossa infância...
bjs
Sônia

Amehlia Digital ! ® disse...

Amore de my life!
Penso ser como dizia minha mãe...do tempo do onça...ainda engomo meus panin, crê?!
Tenho alguns que minha sogra me deu...e uma toalha q foi da bisa de Ric...história purinha!
Sua cozinha tá tão aconchegante cumadi...depois aumenta as fotos mode nóis vê us detalhe e copiá...
Já comprei duas canequinhas dessa bonequinha q vc gosta...Matrioska, né?! De taaanto q cê fala...=D...
O Ric falou...cê vai parar de visitar Lúcia...pra parar de me falar 'eu quero isso q nem o dela...'...
Quero morar no sul...
Quero um canto alemão...
Quero canequinhas...
Queria olhos claros, mas td bem...
enxergo bem com minha jabuticabas e vejo tudin nas suas fotos...isso é o q importa :D
E tomo as tarjinha pra não ficar com preeeessa....rs...
Se não vamos as duas engomar as blusinhas branquinhas de Barbacena...ái Jesuiis!!
Manda bejim pra essa lindeza sua, viu... Mih...vem visitar a tia...com sua bolsinha...vem...:]
Tá mió das tontura fia?!!
Um bejim procê!!!

Tia Ném disse...

Lúcia, que ideia ótima!!!
Imagino que os trabalhos devem ficar com ar de novos mesmo após várias lavadas usando este processo.
Eu gostei!!! Obrigada por compartilhar conosco, viu!

Por isso, que tudo dá certinho em nossas vidas, pois é dando, repassando que se recebe, amiga!

Bjs: Tia Ném.

Viviane disse...

Oi Lúcia,
final do dia de faxina na casa de mãe era mesmo tudo de bom. Amei esse pap, obrigada por ensinar! Tem coisas que acabam se perdendo, essa não se perde mais rsrsrs....
Beijos!!!

Fernanda Reali disse...

NÃO faço croché.
NÃO vou engomar nada nunca jamais.
Mas venho aqui porque as historinhas são MUITO BOAS!!!

Beijos

Rita Vieira disse...

Saudade de ti, mulher!
Eu vou passar essa dica pra minha cunhada que crocheta!

Esse negócio de engomar, eu tô fora! rsrs

Beijoca!

Mirian disse...

Nossa Lu você me vez voltar uns 50 anos, la minha infancia e eu ainda usei o escovão....meu irmão subia em cima e eu empurrava para dar brilho no chão pois ainda não tinhamos enceradeira e eramos apenas ..... oito irmãos.Bj amiga.

Nélia disse...

Olá Lúcia

Há muito que não ouvia falar deste método de engomar...minha mãe também fazia assim...agora é que já não tem muita paciência...mas parece que ainda sinto o cheirinho da rendinha acabada de engomar.... doces recordações que ficam da nossa casa....Parabéns pelo blog e pelos filhos lindos. Felicidades!

Bom fim de semana
bjs
Nélia

Ly Mello disse...

Lu, essa receitinha da vovó e tudibom!
Minha mãe tb faz! rsrsrs
Mas eu tinha esquecido, agora vou usar tb!

Beijinhos linda!

gi.andi.gi disse...

Oi.. vi vc no mosaico do Reciclar e Decorar, adorei seu blog e já estou seguindo. A receitinha é ótima, eu aprendi com a minha mãe rs.
Um beijO.

tete reformo minha casa disse...

Amiga que delicia vivi tudo isso,viajei agora com seu post,juro senti o cheiro de cera com pão de casa rsrsr. Ccomprei uma cera esses dias pra passar nos meus móveis de madeira e infelizmente o cheiro não é mais o mesmo,que pena que esse tempo não volta mais rsrsrs.
Obrigada,por me fazer recordar época tão boa
Beijos Tete