sábado, 11 de maio de 2013

- ÁS MÃES MATRYOSKAS!


Estou oficialmente sem árvore para fazer fotos legais - meu jardim fake virou árvore (única ) folhas ao chão , sem graça viu !
 Como uma cenógrafa sobrevive assim?

e lá vou eu improvisar - queria colocar a bandeirola na árvore e ficar show!
mas até que ficou legal com meu improviso caixote de madeira 
coloquei o pout-pourri como grama fake 
tem matryoskas (lá da feira expominas=ia todos os anos)
e bandeirolas de crochê com as matryoskas !  





Este ano não vai ter poema de dia das mães!
vai ter um texto com a crua e cruel realidade ! ;D


Gente normal não cria filhos....

Texto escrito por  franrybafonseca

Todos falam da magia da maternidade, do milagre de gerar uma vida e nutrir o novo ser com seu próprio corpo, de cuidar de um anjo indefeso, de criar um novo ser humano, de padecer nesse paraíso… Mas, falando francamente, ninguém te conta que mãe é tudo maluca.

Se você é mãe vai se identificar com a maioria das seguintes situações e achar supernormal, se você não é, vai achar maluquice mesmo. O fato é que a maternidade endoidece a mulher.



10 fatos que provam isso:

1. você sabe que o bebê está respirando, mas chega bem pertinho pra ter certeza, ainda fica na dúvida e põe o dedo na frente do nariz pra sentir o arzinho quente saindo;

2. antes de dar o mama, fica falando sozinha e apontando para os seios tentando lembrar se deu por último o esquerdo ou o direito e quando lembra, esquece se tem que começar pelo outro ou pelo mesmo;

3. saiu pra estender a roupa ou pegar o jornal sem perceber que estava com o peito de fora;

4. entrou no carro pra levar o bebê ao pediatra e percebeu que estava de pijama, ou que trocou de roupa mas continuou de chinelo de pano;

5. saiu correndo do chuveiro e molhou a casa toda porque ouviu o bebê berrar, mas quando olhou no berço ele estava dormindo o sono mais profundo. Então repetiu a situação número 1.

6. falou sobre os invariáveis tipos de coco que o seu bebê já fez como se fosse um assunto interessante;

7. quando abraçou alguém, se rendeu, ou quase, ao impulso de bater nas costas da pessoa pra ver se ela arrotava;

8. comemorou um pum ou arroto com mais empolgação que a torcida da seleção com gol em final de copa;

9. fica de saco cheio de cuidar 24h por dia do bebê, mas na primeira hora longe dele chora de saudade;

10. morrendo de sono torceu pro bebê dormir logo, mas quando ele finalmente adormeceu, ao invés de ir se deitar, ficou um tempão contemplando seu anjinho.


E melhor que é bem assim mesmo !




21 comentários:

Carol disse...

Nossa, eu não me identifiquei nesse texto, talvez seja porque eu já tinha cuidado do meu irmão caçula dois anos antes da minha filha nascer. Mas uma coisa é verdadeira, o amor de mãe é o maior do mundo (das mães de verdade, claro).
Feliz dia das mães.
Beijos

Isadora disse...

Ficaram lindas as matrioskas com esse cenário!
O texto é a pura verdade!
Bjs

Cinária Mendes disse...

Feliz Dia das mães!!!
Beijos

Saron... disse...

Ser mãe é padecer no paraiso(rsrrs).Pior que esse sofrimento, ou melhor, essa preocupação de mãe vai ate quando os filhos crescem.Feliz dia das mães pra ti Lucia.E ficou lindo esse caixote com as matrioskas e as bandeirolas.Bjs

Adelaide Araçai disse...

Da série "quem nunca..." Fiz todas as 10 e mais algumas outras...rsrs

Feliz dia das Mães
Que você consiga o melhor de todos os presentes... o abraço carinhoso de seus filhotes

Muita Luz e Paz
Abraços

FLAVIA SEABRA & LENINHA SEABRA disse...

Olá Lú...
Eu ainda não sou mãe,mas o que vejo
minha mãe falar,tudo é difícil,mas
o amor é muito grande,que só a mãe
pode descrever e que você que é tão
dedicada e carinhosa sabe disso.
Parabéns pelo seu dia com seus lindos filhos!!!Amei seu trabalho!Beijo carinhoso de filhos

Casa de Lola disse...

Oi Lúcia,
muito legal o texto são essas e outras situações que faz a gente adorar ser mãe, rsrsrs. Muito obrigada pelo homenagem com as mães matryoskas ficou lindo e um feliz dia das mães pra vc com aquela sobremesa que vc mostrou no face que deu água na boca.
Beijos
Lola

Maria Luiza disse...

KKKK, o texto é hilárico e lembrei-me de uma conhecida minha que ficou exatamnte assim! Essa de ficar de pijama, peito de fora foi demais! Suas matrioskas com bandeirolas de crochês nos lindos caixotinhos está demais de lindo Parabéns e FELIZ DIA DAS MÃES! Beijão!

Carla Maria disse...

Olá Lú,
Obrigada pelo carinho de sempre (Mandei um e-mail).
Ficou linda esta postagem o cenário as palavras tão lindas,este texto é maravilhoso é isso mesmo que sentimos a cada linha...Não é fácil ser mãe mas é delicioso é a melhor parte da minha vida.Lindas as Matrioskas você arrasou. Bjs e FELIZ DIA DAS MÃES para você e todas nós que vivemos este papel tão Divino.
Carla

Laura Ferreira disse...

Olá Lú!
Lindas Matrioskas!
Super curtir o cenário flor!
Feliz dia das mães!
XerOOo

araci disse...

É a dura realidade de ser mãe, e ainda temos que passar pela etapa da puberdade, da rebeldia e agora que são adultos fica mais preocupante, aqui em casa nem meu filho e nem minha filha casaram, então tudo continua, mas que seria da nossa vida sem essas preocupações, alegrias, brigas, companheirismo e assim vamos comemorar o nosso dia, FELIZ DIA DAS MÃES para você!! Amei suas matrioskas, o caixote e as bandeirinhas, tudo lindo!! Um grande beijo.

Gislene disse...

Lú, eu graça essas matrioskas nesse caixote ! Adoro caixotes decorados e adoro matrioskas ! As florzinhas no caixote são muito lindas também ! Bj.

Lenira Luz del Sol disse...

Lindas suas matrioskas e as bandeiras.Tenho quatro filhos e passei por todas essas situações todas as vezes que fui mãe.E até hoje me preocupo com meus filhotes,todos já casados e donos de si.Mas mãe é mãe e para nós os filhos são eternos bebês,mesmo que no caso dos meus,eles já tenham seus próprios filhos.Feliz Dia das Mães.Beijos.Lenira.

Zizi Santos disse...

Seu cenário ficou show. As bandeirolas com matrioskas são muito bonitinhas. Adorei
Dessa lista eu já fiz quase tudo, mas sair com a roupa do avesso para ir ao pediatra eu fui e ainda toda lambuzada de leite, pq esqueci o protetor dos seios.
E quando fui mãe pela primeira vez, qdo alguem perguntava : como foi tudo bem? Eu descrevia o parto desde as primeiras dores, rsrsrs Aí cansei lá pela décima pessoa, e pensava eu tenho que falar assim pra todo mundo? Ai, idiotinha que eu era, rsrsrs
Lucia, eu juro que vi aqui no seu blog, uma propaganda da Coca Cola (que eu não tomo) era uma homenagem do dia das mães e tinha um urso. srsrsrsrs
será que me enganei de blog! rsrsrs
beijo
Zizi

Anita disse...

Lindo e super verdadeiro o texto Lu, adorei. E amei o seu cenário improvisado das lindas bandeirolas. mas o que houve com as árvores???
Caixotes fazem bonito em qualquer lugar não é mesmo??? Fiquei feliz de ter gostado dos que fiz pra varanda. Tenha um maravilhoso domingo das mães, bjss.

carol guezdan disse...

oi Minha querida,aaaaaaaah!memórias muito recentes das maluquises de mãe,isso ainda é a primeira parte,quando são bebezinhos,logo a doidera se acentua,se encorpa,nos desajeita,e nos arruma,nos dá chilique,e sabedoria.mulequise e maturidade,e um popurri de um monte de coisas extremas.Rir e chorar é coisa de mãe...rsrs.
Amei as matrioskinhas!!e o cenario ficou lindo.
Beijinhos e muitas bençãos no Nosso dia.

mara oliveira disse...

Definiu com louvor o ser mãe...

Lendo os 10 itens eu ria pois creio que cometi todas essas loucuras...

bjks

Luzia Lira Pedagoga disse...

Feliz Dia das Mães pra você!
Muitas felicidades!!!


bjos Luzia

rosiarts disse...

Lú querida, amei o post, inclusive o texto.
Bjus. Rose.

Patrícia Gonçalves disse...

hahaha
Li e reli várias vezes..rsrsr
Ai Lú fiz muitas vezes o item 1..kkkk e várias vezes uma que não esta na lista aí...quando eu ia dar papinha eu abria boca junto com meu filho e fazia caretas...haha até hoje lembramos disso.
Adorei o texto e concordo, ser mãe desencadeia uma loucura única...sou dessas viu....muito louca..kkk

bjs
Paty

M de Maria Ateliê disse...

Oi Lúcia,
Muito legal o texto rs
Ah, eu adorei o cenário com os caixotes!
bjsss