segunda-feira, 30 de agosto de 2010

-JOANNA CARDOSO MARCENAL - BLOGAGEM COLETIVA



“Todos os dias vejo o sorriso no rosto de uma criança. Um sorriso cálido, cheio de sonhos e desejos. Ela me chama de mãe, me abraça e me transmite o maior amor do mundo.
Todos os dias luto por ela. Cuido, amo incondicionalmente.
Todos os dias penso em como será a sua vida, num mundo cheio de problemas, mas também cheio de maravilhas.
Todos os dias lembro de como foi tê-la em meu ventre, imaginar seu rosto e sentir seus movimentos.
Todos os dias vejo como ela cresce, se movimenta, aprende palavras e se relaciona com as outras pessoas.
Vocês já pensaram se isso tudo lhes fosse retirado de uma hora para outra? Já pensaram no berço vazio? Já pensaram em não acordar mais cedo ou passar noites em claro pela falta de SEUS FILHOS? Fechem os olhos e pensem nisso. Sentiram um medo terrível só de pensar? Agora abram seus olhos e olhem para seus filhos. Sentiram um alívio tremendo?
É MÃES, a Cris está com o berço vazio!!!! E o coração cheio de uma dor insuportável. Quando ela fecha os olhos e abre de novo, sua filha não está mais lá. O alívio não vêm e a dor continua.
Para a Cris, essa dor vai continuar sempre!  Não haverá justiça no mundo que apague a dor pela filha que se foi.
Se não levantarmos nossa voz para deixarmos bem claro que a decisão da justiça foi falha, que NENHUMA LEI AFASTA A FILHA DE UMA MÃE POR 90 DIAS, que um médico ou hospital errou muito por deixar que um estagiário cuidasse de uma menina que precisava de cuidados de um profissional muito bem treinado e com experiência, além de outros absurdos no caso de JOANNA... Vocês já leram sobre o caso? Já sabem o que está acontecendo? Se não levantarmos nossa voz para isso tudo, qual legado deixaremos para os nossos filhos? Que ter influência e dinheiro é tudo na vida? Que essa influência pode superar o amor e a dor? 
Há leis para tudo hoje em dia!  Leis criadas para nos protegerem. E quando não são, como foi o caso de JOANNA?
E se fosse com você, o que faria? O que você gostaria que fizessem por você? Então MÃES, levantem SUA VOZ.  Ajudem, repassem, escrevam suas palavras. Mas façamos algo, antes que um dia nada se faça por NÓS e pela perpetuação da ajuda mútua. Do amor ao próximo.
Nada pode apagar a  passagem da Joanna neste mundo. Nem a dor de sua perda. Nem o amor que plantou em sua mãe.
Nada pode trazê-la de volta. Nada.
Mas podemos lutar para que outras Joannas não sejam vítimas de uma injustiça.
Todos os dias."

Este é um post blogagem coletiva - pela justiça!
informações no blog da Ly Mello AQUI
Ela está muito envolvida nesta história triste, ela é amiga da mãe da Joanna - e foi ideia da Ly promover esta blogagem à fim de justiça !  

11 comentários:

Amehlia Digital ! ® disse...

É inaceitável vivermos como humanos onde no lugar de amor plantamos ódio e intolerância...
Não posso imaginar a dor dessa mãe...perder alguém de um jeito natural já nos tira o chão, imagine dessa forma cruel.
Temos que buscar mais a Deus e pedir que Ele nos devolva a paz...
Um bejim no seu coração e de todas que passarem por aqui...viu?! :)

janeladesonho.blogspot disse...

Lucia tenho acompanhado sim , e amanhã posto no meu bloguinho , realmente houve tantos erros , que fica impossivél esperar que esse assunto caia no esquecimento bjimmm iluminado

Isabel Cristina disse...

Oi Lúcia, nossa, eu não posso nem imaginar a dor! Muita injustiça mesmo, principalmente para o coração desta mãe... nem tenho palavras...

Leticia disse...

Lu
Depois vc me passa o endereço do blog da Joana? Quero ir lá conhecer... entender um pouco mais da blogagem coletiva!
O que aconteceu e tudo mais....
Fiquei emocionada com o texto, mas pretendo voltar a lê-lo com calma quando ler o blog da Jo.
Beijos
lelê

Casa de Lola disse...

Oi Lúcia,
nem posso me imaginar sem meu filhote, e olha que já é um rapaz,nem imagino essa dor de não te-lo comigo, a mãe de Joanna está sofrendo muito mesmo, e como pode uma juiza tirar a filha de sua mãe? É inacreditável tantos erros em um só caso.
Beijos
Lola BH

Bia disse...

Oi Lú!

Eu estou um pouco por fora do caso da Joanna, mas mesmo assim, não consigo imaginar um dia sequer sem meus filhotes do lado!

Gostaría de entender o porque da justiça dar "ganho de causa" ao pai da menina como se realmente houvesse a tal da "alienação parental".

Bjs

Kalanga Brazil disse...

Nossa, Lúcia! Fico irracional quando me deparo com situações desse tipo. Tenho acompanhado o Caso pela mídia.
Veja, eu mesma fui e ainda sou vítima de trafico influências dentro do Poder Judiciário. E pode acreditar: A justiça não é sega! Juizes antes de decidir tem o poder de "livre" convencimento. É alguem que é colega, amigo, parente ou a imprensa que não sai do pé.

O pai da garotinha é servidor do judiciário...

Vamos nos nos unir pelas redes sociais e fazer muito, muito barulho!

Saudade de você. Aparece

Beijos.

PS: Publica ou me envia o nome do blog.

Ana Amélia disse...

Fico muito triste com essa situação, precisamos sim clamar por justiça.É desumano que quem deveria dar amor e proteção não o faça .

Casa das Bonecas de Pano de Ipiabas disse...

Oi amiga hoje eu vim porque preciso do seu endereço pois vou fazer uma surpresa pra mim está chegando meu niver e eu nunca fiz uma comemoração e esse ano eu estou querendo fazer sei que mora longe, mas faço questão de enviar o convite e se possível contar com sua presença pois aqui é um lugar muito bonito, o convite é especial serão só umas 100 pessoas e gostaria que vc estivesse entre essas pessoas mesmo que não de pra vir vou entender, mas quero que chegue esse convite até vc beijos amiga Leila

Ateliê Manoela Nunes disse...

Agora, pela manhã, estava aqui ~~~> http://nacasadalu.blogspot.com e ela escreveu um texto, bem emocionado até, sobre uma outra mensagem que ela leu. Lembrei, na hora, desse teu aqui, mas o dela é mais simples, da mesma forma vale a pena conferir.

Fico muito triste com esses casos, não gosto nem de comentar pq me dói por dentro mesmo, mas é bom para reflexão e para agir de alguma forma.

Beijocas.

Promos Mel disse...

Divulguei:
http://twitter.com/promosmel/status/24071838577

promosmel@gmail.com